22 jul 2019

Estudantes de Direito apresentam seus Trabalhos de Conclusão de Curso em Chá Filosófico

Discussões acadêmicas, espaço para dúvidas, bate-papo sobre temas importantes e até mesmo “polêmicos”. Foi assim a programação do Chá Filosófico que aconteceu nos últimos dias (07 e 09). Coordenado pela professora Zélia Ramos, o projeto trouxe estudantes do curso de Direito que estão finalizando sua graduação para palestrar para os alunos do 1º período, que estão apenas começando sua jornada acadêmica.

A programação do encontro contou com a presença de vários estudantes, que apresentaram seus Trabalhos de Conclusão de Curso e trouxeram novas perspectivas sobre importantes assuntos da sociedade, como a Legalização do Aborto (por Juliene Rodrigues), Delação Premiada (por Raquel Alves) e Inserção e Permanência do Surdo no Ensino Superior (por Grace Alessandra). Além disso, houveram também estudantes que trouxeram apresentações com fundamentos na literatura, como Direito na perspectiva da obra de Dom Casmurro (por Samara Genovez) e Direito e Moral em A Letra Escarlate (por Narah Soares).

A conversa passou por vários pontos e deu também a oportunidade dos alunos do 1º período darem suas contribuições e tirarem dúvidas, o que acabou até culminando no famoso embate: Capitu traiu ou não Bentinho? A discussão, ainda que tenha gerado momentos de descontração e risadas, trouxe uma grande reflexão sobre o julgamento de uma sociedade patriarcal sobre a mulher, o que é, afinal, o grande objetivo do projeto: proporcionar reflexões e conhecimento, é o que ressalta a professora e coordenadora do Chá Filosófico, Zélia Ramos. “A principal função do Chá Filosófico é promover o conhecimento e a pesquisa dentro da Instituição, e ao mesmo tempo estimular uma cultura de produção científica a partir da sala de aula”, ressalta.

O Chá Filosófico contou, ainda, com a participação da professora Dr. Vânia Lasalvia, Diretora Acadêmica e com a presença do Dr. Erbs Cintra, professor do IF Sertão que está em parceria com o projeto e acrescentou muito à discussão comentando os trabalhos das estudantes, contribuindo ainda mais na proposta de mostrar para os alunos um pouco da dinâmica do espaço acadêmico.

Dessa forma, o encontro convida os alunos que estão apenas começando sua graduação a adentrarem no mundo acadêmico e da pesquisa. E, claro, passar conhecimento que serão úteis para a formação dos alunos enquanto profissionais. Marcela Santos, estudante do 1º período, explica que, independente do lugar que eles possam trabalhar, eles precisam ter um conhecimento muito amplo para que possam lidar com as mais diferentes realidades possíveis, e diz: “Essas palestras têm como função maior abrir o nosso olhar pra que a gente veja que a sociedade é diversa e múltipla. A gente precisa entender essas diferentes realidades e sermos mais inclusivos”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.